Servidor brasileiro de Minecraft quer revolucionar o modo como aprendemos

Não é novidade que os videogames podem ser usados como ferramentas educacionais. Mas não apenas jogos que são feitos com o intuito específico de educar podem ser usados para esse fim. Afinal, por que usar desenvolver um jogo para ensinar matemática ao invés de usar um que os alunos em geral já gostem – como um GTA da vida – para esse fim? Pois essa vem sendo a principal cruzada de Francisco Tupy, professor brasileiro que vem trabalhando há um bom tempo com o uso de Minecraft como plataforma educacional. O professor, que hoje atua pelo Colégio Visconde de Porto Seguro, em São Paulo, está trabalhando num projeto totalmente inovador: um servidor de Minecraft criado para transformar o jogo numa ferramenta educacional.

O projeto com o nome de Minecraft Skool – algo como “escola de Minecraft” numa tradução livre – é um server gratuito com funções e ferramentas específicas para transformar o jogo numa plataforma de ensino a distância. “Além do jogo em si, esse servidor teria também uma proposta de aulas baseadas na minha metodologia de ensino. Com isso, professores e alunos poderão transformar o jogo numa poderosa ferramenta para o aprendizado,” afirma Tupy. A iniciativa já chamou a atenção de educadores de todo o mundo e, segundo Tupy, professores de cerca de 20 países diferentes já estão preparando materiais que serão usados nesse servidor. A proposta desse servidor será totalmente acadêmica, voltado para pesquisas, formação de professores e atividades didáticas.

O servidor já está online em fase de testes, e quem quiser acessá-lo deve entrar em contato direto com Franciso Tupy, pelo e-mail franciscotupy@outlook.com. Há cerca de um mês, o professor foi premiado como vencedor do Educator Exchange, promovido pela Microsoft, onde mais de 300 educadores de todo o mundo apresentaram suas resoluções para o uso da tecnologia como recurso didático nas escolas.

Rafael Nóia

Rafael Nóia

Estudante de jornalismo na Unesp Bauru. Os fãs acham que ele deveria estar em um altar, ele acha que deveria estar na Praça é Nossa, e nós só achamos que ele devia parar de fazer piadas. O Nóia é uma mente perturbada pela dose cavalar de jogos ruins que já passaram por sua vida, mas que lhe forneceram um conhecimento incrível sobre coisas das quais nem eu e nem você nos interessamos.

Mais Postagens - Website

Siga:
TwitterFacebookGoogle Plus

Servidor brasileiro de Minecraft quer revolucionar o modo como aprendemos

Rafael Nóia

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>